Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2011

Pré-conceituoso Pritzker

O Blog "Notes on Becoming a Famous Architect", postou um texto curioso mostrando as estatísticas desses mais de 30 anos de Prêmio Pritzker.

http://famousarchitect.blogspot.com/2011/03/75-predicting-pritzker.html
(em inglês)

"um arquiteto vivo,preferivelmente um homem Caucasiano ou Japonês,cuja obra construídatenha relação com o modernismo,demonstrando uma combinação dessas qualidade de talento, comprometimento de visão, que tenha produzido contribuições consistentese significantesparaa humanidade eo ambiente construído pela arte da Arquitetura".(tradução dos autores)

Formosa 1140: O lúdico entre público e privado

A casa projetada pelo escritório LOHA Architects localiza-se em West Hollywood, área degradada de Los Angeles, EUA.
         A únidade de habitação pretende delinear a importância que espaços de convíveo divididos entre comunidade e moradores tem, trazendo o pátio interno para fora, invertendo as relações num bairro considerado perigoso. A área de lazer criada toma cerca de 1/3 do lote, delineando a idéia de espaço público e privado de maneira singular, numa cidade que adotou modelos radicais de segurança (chegando no absurdo de na área central instalar câmeras e alarmes silenciosos que vigiam qualquer um que se aproxima da área).











         Dessa forma, o projeto “contêm em seu código genético a impressão de um design que oferece espaço público em escala urbana, e, fazendo isso, distribui uma miscelânea de pequenos parques pela formidável malha de Los Angeles” dizem os arquitetos responsáveis pela residência.
Vimos Aqui.

Pritzker 2011: Eduardo Souto de Moura

Foi anunciado hoje que o Prêmio Pritzker, prêmio máximo concedido a um arquiteto e urbanista, nesse ano de 2011, será concedido ao arquiteto português Eduardo Souto de Moura.          Esse não é o primeiro Pritzker português. Álvaro Siza também recebeu a honra em 1992.          Algumas obras de Souto de Moura:
Estação de Metrô Casa da Música - Porto
Casa das Histórias Paula Rego - Cascais
Casa do Cinema - Porto
Departamento de Geociências - Campus Universitário em Aveiro
Estádio Municipal de Braga
         Vale a pena fazer uma pesquisa sobre a extensa obra de Eduardo Souto de Moura, que também já executou projetos em parceria com diversos arquitetos, inclusive Álvaro Siza, com quem assina o Pavilhão de Portugal para a Expo 1998 em Lisboa, e o pavilhão temporário da Serpentine Gallery de 2005.
         Os demais ganhadores do Pritzker Prize:          >1979: Philip Johnson          >1980: Luis Barragán          >1981: James Stirling          >1982: Kevin Roche          >1983:…

8 House [BIG]

Nesse vídeo, o arquiteto e urbanista Bjarke Ingels explica os conceitos do projeto 8 House, um conjunto habitacional na Dinamarca. Vídeo com legendas em inglês.
         Simplesmente impressionante a maneira como o projeto é explicado, utilizando as mais recentes tecnologias de computação e manipulação gráfica.

         Vimos aqui.

         Vale a pena dar uma passada no web-site também: BIG

Boicote de artistas ao novo Museu Guggenheim em Abu Dhabi

Novo Museu Guggenheim em construção em Abu Dhabi. Projeto de Frank O. Gehry.
         Cerca de 130 artistas estão participando de um boicote ao novo Museu Guggenheim, cuja construção começou recentemente em Abu Dhabi, Emirados Árabes.          Eles ameaçam segurar suas obras, negociadas para tornar-se parte do acervo do museu, caso as condições de vida dos trabalhadores na obra não sejam melhoradas significantemente.          Ao que parece, os trabalhadores vivem condições precárias de trabalho, segurança, alimentação e abrigo. A maioria desses operários é de origem estrangeira, e se prejudicam muito com as leis trabalhistas do país árabe, que os força a trabalhar em condições sub-humanas e os impede de conseguir voltar para casa.          A fundação Solomon R. Guggenheim se manifestou a respeito, demonstrando preocupação com o caso, e prometendo acompanhamento total das condições de trabalho junto aos Direitos Humanos. No momento os artistas seguem em boicote.
         Vimos aqui.
         …

Someone like you

Um dos outros lados de Oscar Niemeyer

Um post de 2008, num blog de arquitetura interessantíssimo, nos chamou atenção.
         Segue trecho:

         "O causo de hoje trata de uma polêmica que já foi tri discutida: a maneira como Niemeyer se promoveu (será no passado mesmo?) oferecendo importantes projetos sem custo algum para prefeitos, governadores, entidades..."

         Vale a pena ler. Mostra um lado do arquiteto carioca pouco divulgado.

         Para ler, clique aqui.

1 mês de comoVER

Vimos aqui. Tradução dos autores.
*Independente de que software utilizem, não deixem de desenhar à mão ; )

Mídiateca de Sendai após Terremoto

O famoso projeto do arquiteto japonês Toyo Ito, a Mídiateca de Sendai, teve seu interior completamente destruído após o terremoto e tsunami que devastaram diversas regiões do arquipélago nipônico.          A estrutura do edifício porém, encontra-se intacta! Segue um vídeo IMPRESSIONANTE, filmado por uma pessoa que encontrava-se dentro da Mídiateca no momento do terremoto de 8,9 graus na escala Richter:


         Mais uma vez, batemos palmas de pé para os engenheiros japoneses, que com estudos e tecnologia avançada salvaram centenas de vidas, numa catástrofe que seria com certeza centenas de vezes pior do que foi. As imagens contidas nesse vídeo são surreais.          Triste porém que a arquitetura se salve, e milhares de mortos e desaparecidos, não.
         No final das contas...após evento tão traumático, a Mídiateca de Sendai, uma representação física da genialidade e cultura do Japão, não tem significado sem a humanidade que a ocupa.
Mídiateca de Sendai antes do Terremoto e Ts…

Dessau Bauhaus e a questão da Transparência Literal [e uma breve introdução sobre a Transparência Fenomenal]

"invocou a quarta dimensão... em um sentido mais metafórico que matemático" Alfred Barr, Picasso: Fifty Years of His Art, Nova York, 1946, p. 68. Tradução dos autores.
         Quando o novo edifício sede da escola Bauhaus foi inaugurado na cidade de Dessau, Alemanha, numa noite de 1926, os presentes puderam observar as luzes se acenderem dentro de uma massa, até aquele momento, escura e opaca. A visão foi descrita por um dos alunos: "o grande edifício deixa uma impressão especial quase inesquecível à noite, quando todas as luzes das salas são acesas, como no dia da inauguração, formando cubos invisíveis circunscritos pela moldura de metal de sua casca externa".

         O arquiteto Walter Gropius, diretor responsável pela Bauhaus e autor do projeto, não queria apenas um lugar para sua escola recém saída de Weimar. Gropius queria uma manifestação física dos principios e filosofias da escola, que buscava aliar indústria e artefato, no que hoje conhecemos como Design.
Rep…

O Grito da FAUP

Embaixada da Holanda em Berlin [OMA]

Berlin foi uma das cidades mais destruídas na 2ª Guerra Mundial. Por conta disso, a cidade germânica apresenta uma dicotômia entre antigo e novo, com edifícios novos ocupando antigos territórios. Após a queda da Cortina de Ferro, Berlin seguiu ainda mais arrojada. Os edifícios sedes das embaixadas são um espetáculo à parte, ora bizarros (como a Embaixada do Egito), ora deslumbrantes (como as embaixadas dos países escandinavos). Dentre as representações físicas das nações, talvez uma das mais interessantes seja a Embaixada da Holanda, projeto de Rem Koolhaas e seu OMA (Office for Metropolitan Architecture).

         Sob um conceito interessante de criar passagens e caminhos num edifício cuja transparência confunde o dentro e o fora, a equipe do OMA traça possibilidades de pontos de vista ao deslocar e tratar o percurso como um volume, exibindo-o e marcando-o externamente.

         O volume principal é rodeado nos limites do lote por um segundo edifício, que se liga a este através…