Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2014

Por que ter um blog de Arquitetura?

Por que continuar escrevendo?
No começo do ano que vem, tão perto agora, o blog vai fazer aniversário: 4 anos (com uma pequena ausência recente) escrevendo sobre arquitetura. Depois de todo esse tempo, nos sentimos confortáveis com a ideia de diminuir a assiduidade das postagens, dado o grande material que o blog disponibiliza. Aí vem a pergunta: se o blog se sustenta com aquilo que já expõe, qual é a motivação para continuar escrevendo, principalmente se o tempo disponível não é mais tão extenso?
Nosso objetivo sempre foi o seguinte: disponibilizar àqueles que pesquisam na internet, conteúdo interessante e diferente sobre arquitetura (principalmente sobre arquitetura brasileira). Surgimos antes de sites tão bons como o ArchDaily Brasil, e nunca tivemos a pretensão de um Vitruvius. Também chegamos tarde demais para participar da época de ouro dos blogs de arquitetura brasileiros, quando o Alencastro nos fazia rir e refletir.
Por que ter um blog de Arquitetura então?
Para divulgar noss…

De blog para escritório: comoVER Arquitetura Urbanismo

Olá pessoal que acompanha o blog, nós do comoVER nos unimos e montamos um escritório de Arquitetura e Urbanismo, localizado na cidade de Ribeirão Preto - SP.


Segue o link para vocês acompanharem e visualizarem nosso portifólio online:
clique aqui

Entrem, espiem e curtam nossa página!

Brutal

Como é viver em uma casa sem revestimento? O tempo passa, as cores mudam. Nada se esconde.


Vimos a reportagem aqui. Foto de residência brutalista de 1978, em Ribeirão Preto (Larissa França - 08/2014).

Breve indagação (ou: Pequena charla: Casa Dobal)

"A fome é a fome, mas a fome que é saciada com carne cozida e consumida com faca e garfo é diferente da fome do que devora carne crua e a come com a mão, com unhas e dentes." MARX, Karl. Introdução à Contribuição para a Crítica da Economia Política. 1859, p. 8.

O que distingue boa arquitetura, de má arquitetura? Será que uma arquitetura considerada ruim, pode ser chamada de arquitetura, ou deve ser denominada "construção", como dizia Lucio Costa? Talvez, a verdadeira pergunta a ser feita seja: o que define uma arquitetura?
_____________________________________________________________
Casa Dobal, São Paulo (2007) [Alejandro Aravena + SPBR]

Neste breve projeto, desenvolvido por dois escritórios, encontramos notável reflexão sobre conceitos bastante explorados em residências modernistas (principalmente brasileiras). O chileno Alejandro Aravena de um lado, e o brasileiro SPBR de outro (equipe que integra, dentre outros, o sempre competente arquiteto Angelo Bucci), esboç…

2000 em 1910

Estamos atrasados.
Aqui

Revista Acrópole online

Em uma incrível iniciativa, a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo disponibilizou TODAS as edições da extinta e saudosa Revista Acrópole online e totalmente sem restrições!
Durante décadas, a Acrópole foi a única revista de arquitetura voltada a profissionais em nosso país. Dentro de suas páginas é possível encontrar curiosidades, textos e fotos raríssimas de projetos (muitos deles sequer existem mais). É o reflexo puro da fantástica produção arquitetônica de vanguarda de nosso país. Ler suas páginas, é compreender o imaginário da época, principalmente de São Paulo, foco constante e óbvio das edições.
Palmas à FAUUSP, que com essa iniciativa, juntamente com o Arquigrafia, colabora hoje para a preservação e disseminação de nossa arquitetura.
Mergulhe no impressionante imaginário de nossa arquitetura clicando aqui, ou procure pelo link da revista em nossa guia lateral oqueVER.

Serpentine Gallery 2014 [Smiljan Radic]

Hoje foi inaugurado em Londres o Pavilhão Temporário da Serpentine Gallery desse ano, projeto do escritório do arquiteto chileno Smiljan Radic. Assim como acontece todos os anos, o site Dezeen fez vasta cobertura do evento. Assista abaixo um vídeo produzido pelo site:

Apesar dos renders "Flintstonianos" divulgado em Março, o resultado não poderia ser mais impressionante. Este talvez seja o pavilhão de efeito mais plástico que a Serpentine Gallery já teve, lembrando muito experimentos como os do arquiteto Eduardo Longo.

Para ver mais fotos e o vídeo da Serpentine Gallery desse ano, que o site Dezeen postou, clique aqui. Para mais informações sobre a história dos pavilhões da Serpentine Gallery, leia nossas postagens anteriores, clicando abaixo nos anos em que os os pavilhões foram construídos: > 2000 - 2010 > 2011 > 2012 > 2013

O legado silencioso de heróis [04]: João Filgueiras Lima e a Residência José da Silva Netto

João Filgueiras Lima, o Lelé, foi um dos arquitetos brasileiros menos interessados em divulgar seu trabalho para buscar fama. Como resultado, sua obra conhecida pelo grande público é rasa, resumida a seus projetos de hospitais (que não deixam de ter sua importância). No entanto, Lelé é um dos arquitetos cariocas mais impressionantes, com uma pesquisa construtiva realmente interessante. Sua preocupação com o "fazer", vem desde suas experiências nas habitações para os operários de Brasília, onde se viu em uma saia justa que levaria muitos à loucura. Lelé foi o arquiteto que aprendeu, desde cedo, a concretizar obras, pensar e planejar a arquitetura indissociavelmente do lado financeiro, estético e espacial. As experiências com pré-fabricação, se não obtiveram o sucesso devido pelo lado administrativo e político, são o resultado de décadas de pesquisa e vontade de elevar a arquitetura em toda sua gama de processos: verdadeiramente se tornar uma produção do espaço. João Filgueir…

Dura realidade

Revista Época nº 93 (08/10/2012)

Serra:1

A possibilidade de entender a construção do espaço e o limite tênue que se estabelece entre Arquitetura e Arte é um motivador. A escultura moderna e seu deslocamento para o espaço real contribui para delimitar ou estender esses limites frágeis entre essas duas formas de expressão que tem como base o espaço. O entendimento desses limites, até pela complexidade que se percebe na construção das relações entre Arte e Arquitetura tem na obra de Richard Serra um recorte mais preciso. Falar sobre o trabalho de Richard Serra, escultor norte americano, é falar sobre esses limites tênues entre a construção do espaço da Arte e da Arquitetura, bem como falar sobre a transposição entre linguagens. Seu trabalho incorpora esculturas e também caminha pelo universo da vídeo-arte. Desde que deu início a seus primeiros experimentos em meados da década de 1960, utilizando como material primeiramente o chumbo, e posteriormente o aço, ele busca a experiência de relação com o espaço na escultura. Serra com…

Anúncio da Serpentine Gallery 2014

Hoje foi anunciado que quem projetará a versão desse ano do pavilhão temporário da Serpentine Gallery, será o escritório do arquiteto chileno Smiljan Radic.

Apesar de Smiljan ter uma obra bem interessante (já postamos dois projetos dele em 2012, que podem ser vistos aqui e aqui), o projeto do pavilhão decepciona um pouco. Vejamos se o edifício construído será mais interessante que os renders a lá "Flintstones". Como todo ano, o pavilhão temporário será inaugurado no mês de Junho, no Hyde Park, em Londres. Vamos aguardar mais informações.


Para ler mais a respeito da proposta, no querido site ArchDaily Brasil, clique aqui. Para mais informações sobre a Serpentine Gallery, leia nossas postagens dos anos anteriores clicando nos links: > Serpentine Gallery 2013 [Sou Fujimoto] > Serpentine Gallery 2012 [Herzog & De Meuron e Ai Weiwei] > Serpentine Gellery 2011[Peter Zumthor] > Os pavilhões anteriores da Serpentine Gallery (2000 - 2010)
PS: Parece que os boatos de …

O traço dos artistas

Nos últimos meses, a mídia vem cobrindo as polêmicas em torno das obras do arquiteto Santiago Calatrava. Artigos como esse, somados a constantes discussões no meio profissional (faculdades e escritórios), tem levantado questões pouco discutidas: até onde vai o papel artístico do arquiteto? Arquitetura como mera forma? As consequencias da profissão?
         Mesmo depois de décadas de evolução das técnicas, a sociedade tem ainda uma visão distorcida do que fazemos. O arquiteto é reverenciado como um artística "chique", que atende aos anseios da menor parcela da sociedade (rica). Uma obra arquitetônica ainda é vista como sinal de status.
         Ainda se endeusa o arquiteto artista, que senta na frente da prancheta e compõem um bonito desenho, sem a ajuda de mais ninguém, capaz de transformar e embelezar nossas cidades. O mito da profissão.

         E o projeto executivo? Desenhos técnicos?

         O que separa um croqui inspirado, e o edifício finalizado, é a verd…

Começou a construção do novo Museu IMS na Av. Paulista

Começaram as obras para a construção do novo Museu do Instituto Moreira Sales (IMS) na Avenida Paulista. As novas vem do próprio blog do IMS. Leia aqui.          De acordo com a notícia, as obras começaram em dezembro passado e devem terminar no segundo semestre de 2016.
         O blog também publicou um vídeo, onde Vinicius Andrade e Marcelo Morettin (autores do projeto), discutem as principais ideias que nortearam a proposta. Assista abaixo:


Para mais informações, recomendamos nossas postagens de 2012 e 2013, onde comentamos sobre o concurso de projetos que antecedeu a escolha, e a apresentação do vencedor:
http://comover-arq.blogspot.com.br/2012/01/novo-museu-ims-na-avenida-paulista.htmlhttp://comover-arq.blogspot.com.br/2013/08/ims-na-av-paulista-processo-de-criacao.html

Não custa lembrar também que a edição nº 8 da Revista Monolito foi completamente dedicada ao concurso para o novo Museu IMS, com cobertura completa de Fernando Serapião sobre as análises dos …

O comoVER agora é recomendado

Vejam só! Nosso humilde blog foi recomendado pelo ENEM.
O portal InfoEnem iniciou uma série de postagens semanais chamada Guia de Profissões, onde esclarecem um pouco sobre as profissões aos jovens que estão no difícil período de escolher o curso superior que querem cursar. Nos artigos, além de comentarem sobre o métier e entrevistarem um profissional, também indicam sites e blogues relacionados ao assunto. Em Novembro do ano passado, foi a vez de falar sobre nossa amada profissão: http://www.infoenem.com.br/guia-de-profissao-2013-arquitetura-e-urbanismo/

E olhem só o finalzinho do artigo:

Sim senhor! De acordo com o ENEM, nosso bloguezinho é uma das principais páginas da internet relacionada à profissão. Nos sentimos faceiros com o elogio.
Diga-se de passagem, apesar de escrevermos pensando em todo o escopo de público que possa se interessar, a maioria das postagens são mesmo pensando nos estudantes. Só não vale dar Ctrl C + Ctrl V na hora de entregar trabalhos hein? Lembrem-se: pro…

Dica tortuosa

Quase um ano atrás, anunciamos aqui no blog a proposta para o pavilhão temporário de 2013 da Serpentine Gallery, no Hyde Park em Londres. Não lembra mais do estupendo render que o escritório de arquitetura japonês de Sou Fujimoto apresentou (que construído ficou IGUAL)? Veja, clicando aqui.
Pelas nossas contas, daqui a alguns dias deve sair o anúncio do pavilhão desse ano. Será que os boatos vão se concretizar? Teremos mais um pritzker brasileiro projetando o edifício efêmero na terra da rainha?
Como diz a Monolito: Alea jacta est

Carta Branca

Em recente artigo no site ArchDaily Brasil, foram apresentadas propostas de residências unifamiliares de diferentes escritórios de arquitetura. Do total de oito projetos, apenas seis figuraram, com renders e curtos textos explicativos. São eles:
Casa Faustino [Didier Faustino] - França / Portugal

Casa Fujimoto [Sou Fujimoto] - Japão

Casa Johnston Marklee [Johnston Marklee] - Estados Unidos

Casa Mos [MOS Architects] - Estados Unidos

Casa Office KGDVS [Office Kersten Geers David van Severen] - Bélgica

Casa Pezo [Pezo von Ellrichshausen] - Chile

         A grande questão por detrás desses projetos, é o fato de todos terem sido projetados em um mesmo terreno, de um empreendimento próximo a Barcelona, e do cliente, Christian Bourdais, ter dado liberdade total aos arquitetos para criarem o que quisessem. Ou seja, a famosa "Carta Branca".
         Para ver mais imagens, e entender melhor as propostas, leia o artigo clicando aqui.
         Será que realmente existe Carta B…