Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2014

Revista Acrópole online

Em uma incrível iniciativa, a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo disponibilizou TODAS as edições da extinta e saudosa Revista Acrópole online e totalmente sem restrições!
Durante décadas, a Acrópole foi a única revista de arquitetura voltada a profissionais em nosso país. Dentro de suas páginas é possível encontrar curiosidades, textos e fotos raríssimas de projetos (muitos deles sequer existem mais). É o reflexo puro da fantástica produção arquitetônica de vanguarda de nosso país. Ler suas páginas, é compreender o imaginário da época, principalmente de São Paulo, foco constante e óbvio das edições.
Palmas à FAUUSP, que com essa iniciativa, juntamente com o Arquigrafia, colabora hoje para a preservação e disseminação de nossa arquitetura.
Mergulhe no impressionante imaginário de nossa arquitetura clicando aqui, ou procure pelo link da revista em nossa guia lateral oqueVER.

Serpentine Gallery 2014 [Smiljan Radic]

Hoje foi inaugurado em Londres o Pavilhão Temporário da Serpentine Gallery desse ano, projeto do escritório do arquiteto chileno Smiljan Radic. Assim como acontece todos os anos, o site Dezeen fez vasta cobertura do evento. Assista abaixo um vídeo produzido pelo site:

Apesar dos renders "Flintstonianos" divulgado em Março, o resultado não poderia ser mais impressionante. Este talvez seja o pavilhão de efeito mais plástico que a Serpentine Gallery já teve, lembrando muito experimentos como os do arquiteto Eduardo Longo.

Para ver mais fotos e o vídeo da Serpentine Gallery desse ano, que o site Dezeen postou, clique aqui. Para mais informações sobre a história dos pavilhões da Serpentine Gallery, leia nossas postagens anteriores, clicando abaixo nos anos em que os os pavilhões foram construídos: > 2000 - 2010 > 2011 > 2012 > 2013

O legado silencioso de heróis [04]: João Filgueiras Lima e a Residência José da Silva Netto

João Filgueiras Lima, o Lelé, foi um dos arquitetos brasileiros menos interessados em divulgar seu trabalho para buscar fama. Como resultado, sua obra conhecida pelo grande público é rasa, resumida a seus projetos de hospitais (que não deixam de ter sua importância). No entanto, Lelé é um dos arquitetos cariocas mais impressionantes, com uma pesquisa construtiva realmente interessante. Sua preocupação com o "fazer", vem desde suas experiências nas habitações para os operários de Brasília, onde se viu em uma saia justa que levaria muitos à loucura. Lelé foi o arquiteto que aprendeu, desde cedo, a concretizar obras, pensar e planejar a arquitetura indissociavelmente do lado financeiro, estético e espacial. As experiências com pré-fabricação, se não obtiveram o sucesso devido pelo lado administrativo e político, são o resultado de décadas de pesquisa e vontade de elevar a arquitetura em toda sua gama de processos: verdadeiramente se tornar uma produção do espaço. João Filgueir…