Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2015

ARQUIGRAFIA de linhas imaginárias

Gostaríamos de convidar a todos para participarem da deriva urbana fotográfica proposta pela rede social Arquigrafia, parte do III Seminário Representar, organizado pela FAUUSP, com apoio da FAPESP, NaWeb e RELAB. A provocação se dá na forma do texto abaixo, que resume a proposta:

Resumo da proposta: É possível pensar, como propôs Heidegger (2002), que “o limite não é onde uma coisa termina mas, como os gregos reconheceram, de onde alguma coisa dá início à sua essência.” É do limite para dentro que se conforma um objeto, um lugar, um conceito, uma palavra, uma imagem. Para fora desses limites há o mundo indistinto, o espaço sem lugares, uma extensão amorfa a princípio. O muro temenos dá início ao santuário. A partir dele tem início uma epifania no espaço natural homogêneo. Ali habita um Deus e haverá altares e templos. Sempre encontraremos esse muro pelo lado de fora. Viremos sempre de fora para dentro. O muro períbolo delimitará uma linha cosmogônica do universo dentro do universo, com…